E de volta…

Bom, depois de um tempo afastada, resolvi postar aqui novamente… Pra falar de uma coisa meio complicada. Porque as pessoas acham tão difícil falar sobre sexo? Sério mesmo… Parece que as pessoas preferem fazer algo contra a sua vontade, ou algo que não gostam, em vez de falar sobre o que dá prazer.

Tá, tudo bem, a essência do sexo não muda… mas as maneiras de fazer são inúmeras! E é claro que cada pessoa vai ter a sua preferência: mas, se você não falar ou não fazer com que o outro entenda o que você gosta, fica meio difícil né??

Então, primeiro de tudo: se na primeira vez alguma coisa deu errado, conversem. De maneira tranqüila, sem brigar e muito menos colocar a culpa em alguém. Mas tentem deixar claro o que você gosta de fazer e o que gosta que façam em você… Já é um bom começo.

Mas o grande problema é: se você fala, explica, desenha e mesmo assim o sujeito não entende?? Estou passando por isso, e garanto que não é nada agradável. Resultado: vou ter que dar um pé na bunda dele… Se a gente não chega a um acordo, fica complicado demais. Sempre vai ter um que vai sair insatisfeito.

Anúncios
Published in: on 11 05, 2008 at 2:51 pm  Deixe um comentário  
Tags:

Fantasias II

Bom, comentei no post anterior o meu gosto por um sexo mais forte, proporcionado pelo meu parceiro… então vou contar aqui a minha experiência quando eu resolvi brincar de dominadora.

Pra começar, arranjei um dia pra ficar sozinha em casa. Combinei com o carinha que eu estava pra ele me encontrar em casa e depois a gente sair pra ir ao cinema… tadinho, nem sabia o que ia acontecer com ele.

Então, comecei a arrumar as coisas… a casa toda a luz de velas, numa meia-luz pra deixar as coisas mais misteriosas. Vesti um conjunto de cinta-liga vermelha, com meia-calça combinando, e vesti por cima um vestido longo preto.  Ou seja, quando ele chegou, nem desconfiava que eu estava aprontando alguma coisa.

Quando ele chegou, fui logo me insinuando… Beijando com força, com vontade… emprurrando ele pro quarto e jogando na cama. Ele me olhou meio assustado, mas gostou e ficou esperando. Então, arranquei o vestido e incorporei uma dominadora. Quando ele me viu toda de vermelho…. garanto que era algo inesperado! Mas ele continuou quietinho.

Comecei a fazer um strip, começando pelas meias… então tirei toda a roupa dele e o amarrei na cama, usando as meias para isso. Ele ficou super excitado, mas conseguiu segurar a onda e esperar pra ver. O deixei sozinho no quarto, e fui na cozinha… demorei um pouco, para deixá-lo inseguro sobre o que iria acontecer. Peguei sorvete e chantily, e voltei… Ainda com a cinta-liga, claro.

Só preciso dizer que a noite foi ótima!

E vou deixar todo mundo curioso pra saber o que aconteceu depois…. rs

Beijinhos!

Published in: on 17 04, 2008 at 9:08 am  Comments (2)  
Tags:

A primeira vez…

Embora já faça um tempinho desde a minha primeira vez, ainda lembro de alguns detalhes.

Cada mulher pensa diferente sobre a sua primeira transa. Tem umas que são mais encanadas, tem outras que são mais tranqüilas. Mas uma coisa é certa: não vai deixar de ser a primeira vez. Por isso, muita paciência.

Pra minha primeira vez acontecer, tive que tentar duas vezes… por mais que eu estivesse relaxada, a primeira tentativa foi muito frustada. Mas acho que o fato de ser a primeira vez do meu ex também contou pra dificultar as coisas.

Assim, aí vai a primeira dica: muita, mas muita paciência. E muita, mas muita preliminar.

=)

Se a menina não estiver relaxada, não vai entrar nem vento… então o negócio é ir com calma, bem devagar, sem pressa. E, de preferência, com muito carinho (a não ser que a menina queira algo mais violento, mas essa vai ser exceção).

Camisinha, por favor, sempre!!! Nada dessa crença antiga de que na primeira vez não pega nada… pega sim! Até uma gravidez!

a primeira transa costuma ser um pouco dolorida, quando o hímen rompe… mas se a menina estiver bem excitada, ela nem vai sentir tanta dor, e vai dar pra curtir bastante.

Isso tudo, claro, quando só é a primeira vez da menina… quando é a primeira vez do carinha também, as coisas se modificam um pouco.

Uma vez fui tirar a virgindade de um menino… ele ficou tão nervoso que broxou, tadinho… e eu tentei de tudo pra deixá-lo à vontade. Depois ele me disse que o problema maior dele é que a gente não tinha uma ligação sentimental, depois ele fez com a namorada e deu tudo certo.

Então, se for a primeira transa dos dois, o negócio é ir bem devagar, e ir aos poucos descobrindo o que o outro gosta. Além disso, é sempre bom ir testando antes… um masturbar o outro, essas coisas. Esse tipo de brincadeira é super saudável e ajuda na hora do nervosismo.

Beijinhos!

Published in: on 10 04, 2008 at 1:47 pm  Comments (4)  
Tags: ,

E no fim de semana…

Já que me pediram, vou contar um pequeno caso que aconteceu esse fim de semana.

Como alguns carinhas sabem (mas acredito que não todos), quando a mulher está no seu período certo, ela sente muito tesão. Pois é, eu estava assim nesses dias atrás. Estando solteira, não tive opção a não ser ligar pra um casinho antigo e ver se ele topava dar uma volta comigo.  Ele topou: sábado à noite, cineminha, barzinho… tudo bem legal, bem comportado… pena que eu não estava muito a fim disso. Depois, ele foi me deixar em casa, e no meio do caminho, não agüentei: pedi pra ele parar o carro em algum lugar tranqüilo, e assim que ele parou, fui logo metendo a mão dentro da calça dele, abrindo e caí de boca… nossa, o garoto ficou doidinho… rolou tudo o que tinha de rolar, apesar de um pequeno momento de medo quando um carro de polícia passou do lado. Mas nada que não deu pra relevar.

Depois de tudo, ele me deixou em casa e eu fui dormir tranqüila… ou quase. Fiquei me perguntando até quando que vale a pena fazer essas coisas…  tipo, como ele tem vários carinhas que eu sei que se eu ligar, aceitam me encontrar de boa. Mas hoje, em uma noite chuvosa, eu não tenho ninguém pra dormir abraçadinho comigo… então, será que não vale mais a pena procurar alguém pra namorar???

Meio deprê o post hoje, né? Mas amanhã eu já acordo melhor!

Beijinhos!

Published in: on 31 03, 2008 at 12:15 am  Deixe um comentário  
Tags:

Experiência própria

Depois de reler o post sobre higiene, lembrei de uma história que aconteceu comigo, e espero que sirva de lição pra alguns…

Eu estava ficando com um carinha tinha umas duas semanas, mas tive que viajar com meus pais pro interior. Como eu ia ficar longe por umas 3 semanas, acabei pedindo pra ele esperar eu voltar, pra gente continuar junto. Ele aceitou. Continuamos nos falando pela net, quase todo dia. Chegamos até a fazer sexo virtual, e os dois doidos pra se ver logo… Então eu falei pra ele que ia chegar em um domingo, e pedi pra ele não marcar nada pra esse dia, que a gente ia ficar junto o dia todo pra poder matar a saudade. Ele concordou.

Quando eu cheguei, fiquei logo decepcionada: tentei falar com ele umas 3 vezes e ele nem atendeu o telefone… Desencanei logo, se ele não queria falar comigo, eu é que não ia forçar. Quando deu umas 4 da tarde, ele me liga, dizendo que os amigos dele tinham o arrastado pra praia, e que depois eles iam fazer não sei o que mais, e que ele só estaria liberado de noite. Eu estava com saudade, então pensei: melhor isso do que nada.

Depois das 10 da noite ele me liga, dizendo que tinha acabado de chegar em casa, e me chamou pra ir lá. Como moramos perto, fui logo… E imagina a minha decepção quando vi que o menino não tinha nem tomado banho!!!! Quase que pedi pra ele se enfiar debaixo do chuveiro, mas como não tínhamos intimidade suficiente, acabei não falando nada.

Rolou o sexo, e logo depois ele tava quase dormindo….. Me estressei, vesti minha roupa, fui embora e nunca mais nem vi o menino…..

Putz! Muito sem noção, aquele cheiro de maresia….. afe!

Por favor, não façam isso, viu????

Published in: on 27 03, 2008 at 4:16 pm  Comments (2)  
Tags: