E no fim de semana…

Já que me pediram, vou contar um pequeno caso que aconteceu esse fim de semana.

Como alguns carinhas sabem (mas acredito que não todos), quando a mulher está no seu período certo, ela sente muito tesão. Pois é, eu estava assim nesses dias atrás. Estando solteira, não tive opção a não ser ligar pra um casinho antigo e ver se ele topava dar uma volta comigo.  Ele topou: sábado à noite, cineminha, barzinho… tudo bem legal, bem comportado… pena que eu não estava muito a fim disso. Depois, ele foi me deixar em casa, e no meio do caminho, não agüentei: pedi pra ele parar o carro em algum lugar tranqüilo, e assim que ele parou, fui logo metendo a mão dentro da calça dele, abrindo e caí de boca… nossa, o garoto ficou doidinho… rolou tudo o que tinha de rolar, apesar de um pequeno momento de medo quando um carro de polícia passou do lado. Mas nada que não deu pra relevar.

Depois de tudo, ele me deixou em casa e eu fui dormir tranqüila… ou quase. Fiquei me perguntando até quando que vale a pena fazer essas coisas…  tipo, como ele tem vários carinhas que eu sei que se eu ligar, aceitam me encontrar de boa. Mas hoje, em uma noite chuvosa, eu não tenho ninguém pra dormir abraçadinho comigo… então, será que não vale mais a pena procurar alguém pra namorar???

Meio deprê o post hoje, né? Mas amanhã eu já acordo melhor!

Beijinhos!

Anúncios
Published in: on 31 03, 2008 at 12:15 am  Deixe um comentário  
Tags:

Experiência própria

Depois de reler o post sobre higiene, lembrei de uma história que aconteceu comigo, e espero que sirva de lição pra alguns…

Eu estava ficando com um carinha tinha umas duas semanas, mas tive que viajar com meus pais pro interior. Como eu ia ficar longe por umas 3 semanas, acabei pedindo pra ele esperar eu voltar, pra gente continuar junto. Ele aceitou. Continuamos nos falando pela net, quase todo dia. Chegamos até a fazer sexo virtual, e os dois doidos pra se ver logo… Então eu falei pra ele que ia chegar em um domingo, e pedi pra ele não marcar nada pra esse dia, que a gente ia ficar junto o dia todo pra poder matar a saudade. Ele concordou.

Quando eu cheguei, fiquei logo decepcionada: tentei falar com ele umas 3 vezes e ele nem atendeu o telefone… Desencanei logo, se ele não queria falar comigo, eu é que não ia forçar. Quando deu umas 4 da tarde, ele me liga, dizendo que os amigos dele tinham o arrastado pra praia, e que depois eles iam fazer não sei o que mais, e que ele só estaria liberado de noite. Eu estava com saudade, então pensei: melhor isso do que nada.

Depois das 10 da noite ele me liga, dizendo que tinha acabado de chegar em casa, e me chamou pra ir lá. Como moramos perto, fui logo… E imagina a minha decepção quando vi que o menino não tinha nem tomado banho!!!! Quase que pedi pra ele se enfiar debaixo do chuveiro, mas como não tínhamos intimidade suficiente, acabei não falando nada.

Rolou o sexo, e logo depois ele tava quase dormindo….. Me estressei, vesti minha roupa, fui embora e nunca mais nem vi o menino…..

Putz! Muito sem noção, aquele cheiro de maresia….. afe!

Por favor, não façam isso, viu????

Published in: on 27 03, 2008 at 4:16 pm  Comments (2)  
Tags:

Discrição

Homens, por favor, sejam inteligentes!! Eu não entendo como que pode ter homem que ainda é tão tapado a ponto de ser mais fofoqueiro que mulher.

Sério, é questão lógica…. se você quer ficar com uma menina mais uma vez, se foi bom, pra que ficar espalhando?? Fazendo propaganda?? Vocês acham que as mulheres saem comentando como que o namorado é na cama?? Claro que não!!! Porque? Para não dar idéias pras amigas e acabar tendo concorrência.

É outra coisa que não entendo… os homens tem uma necessidade quase que patológica de ficar exaltando seus feitos sexuais, como se isso fosse afirmar a masculinidade deles. Olha….. pra mulher, isso não faz a menor diferença: não importa com quantas você ficou, ou como você ficou… o que importa é o seu desempenho na cama.

Quando se começa a espalhar que tal garota é boa de cama, tal garota é gostosa, as suas chances de poder estar com ela de novo diminuem drasticamente (já que o mundo é redondo, e um dia a história vai chegar aos ouvidos da menina).

Sejam inteligentes, façam tudo quieto….. Porque será que dizem que o mineiro come quieto, mas come muito??

Beijos!

Published in: on 27 03, 2008 at 4:06 pm  Comments (2)  

Higiene pessoal

Entrando um pouco na onda do manual do cafa, resolvi falar de algo muito importante, a higiene.
Meninos, por favor: vamos brincar de ficar cheirosinhos pra gente, né? Do mesmo jeito que as meninas ficam horas se arrumando e se perfumando, vocês também poderiam fazer algumas coisas nesse sentido…

Além do mais, educação também ajuda: se estiver com vontade de arrotar, peidar ou seja lá o que for, não custa nada pedir licença e ir fazer essas coisas em outro lugar (o mais longe possível da garota). Por mais que sejam coisas que todo mundo faz, não quer dizer que você pode fazer isso na frente de qualquer um… às vezes é melhor esperar ter um pouco mais de intimidade (mas algumas coisas não devem ser feitas na frente de outra pessoa, por mais que vocês estejam juntos há anos).

Outra coisa: mantenham seus pintos sempre limpos! Da mesma maneira que vocês não suportam o cheirinho de “bacalhau” que algumas meninas têm, um pinto malcheiroso acaba com o tesão. E mais: se você tem medo de colocar uma gilete perto de uma parte tão sensível do seu corpo, não custa nada dar uma aparada nos pêlos… Os pêlos costumam acumular o mal cheiro, ou seja: não precisa tirar tudo, mas se deixar um arbusto lá embaixo, com certeza o cheiro ficará bem mais forte.

Se possível, tome um banho logo antes de encontrar com a menina… mais garantido que tudo estará cheirosinho na hora do sexo…

=)

Até mais!

Published in: on 25 03, 2008 at 11:04 am  Comments (2)  

Fantasias sexuais

Fantasias são super saudáveis… existem algumas mais comuns, outras mais mirabolantes… mas todo mundo tem pelo menos uma.

Eu, particularmente, adoraria fazer sexo com outras duas pessoas: pode ser dois homens ou um homem e uma mulher (se fosse com dois homens, eles não precisariam interagir… o centro da atenção seria eu). Acho que, por ser muito tarada, adoraria ter dois homens me agarrando ao mesmo tempo, quem sabe até uma dupla penetração. Aiai….. E com outra mulher, é mais por curiosidade mesmo…

Na praia eu já fiz (na areia, não no mar), mas o que vale é a adrenalina de ser pego no ato, na verdade não achei lá grandes coisas. Mas acho que, se tivesse sido com namorado, seria mais romântico.

No elevador também seria uma boa… Nunca tive coragem de tentar, mas dá uma vontade louca. Aquela pressa, o medo do elevador voltar a funcionar…

Toda mulher, mesmo que secretamente, tem uma vontade louca de transar com um estranho. Sabe, pegar aquele cara todo gostoso na balada, nem saber o nome dele, e acabar rolando (na boate mesmo, no banheiro, no carro, no motel… tanto faz). Devo admitir: já fiz isso, e foi muito bom… me senti a mulher mais gostosa na hora.

Acho que pra começar, tá bom. Isso fora aquelas mais comuns, tipo amarrar o cara na cama, ser amarrada, usar umas roupas diferentes (fantasias), e por aí vai…

O que eu acho mais importante é: ter consentimento de ambas as partes, e os dois sentirem prazer… é o que importa, de resto: vale tudo!

=)

Published in: on 25 03, 2008 at 12:50 am  Comments (2)  

Ainda sobre anal…

Pediram que eu contasse uma experiência minha… então vamos lá.

A primeira vez que eu fiz anal, eu já tinha 18 anos, foi com um carinha que eu conheci na minha festa de aniversário. Ele foi lá em casa, a gente já tinha ficado junto algumas vezes. Não lembro direito exatamente o que aconteceu, mas sei que fui eu que sugeri tentar o anal, tinha curiosidade pra saber como era.

Foi uma situação meio estranha… Lembro de ter sentido muito prazer, mas era um prazer diferente. Foi bom, mas durou pouco… e na hora que o carinha foi tirar… digamos que teve um pouco de lambança. Foi meio nojento… mas é algo que sempre pode acontecer na hora de fazer anal.

Depois, com meu namorado, fiz de novo algumas vezes. É uma coisa que me dá muito prazer, mas não dá pra fazer todo dia, só quando estou particularmente com muito tesão. E tem que ser devagar, porque se não pode me machucar (assim como com todas as mulheres).

=)

Feliz páscoa!

PS.: se alguém tiver a chance, é muito bom brincar com chocolate derretido… fica meio lambuzado, mas é bem gostoso.

Published in: on 22 03, 2008 at 11:58 am  Deixe um comentário  

Sexo anal: fatos

Esse é um assunto meio delicado… mas acho que deve ser bem discutido.

Sabe-se que todo homem tem tara por comer a bunda de uma mulher… mas vocês precisam entender que não é toda mulher que gosta, ou que pelo menos vai aceitar fazer. Isso vai muito do gosto de cada um, e se a menina não gosta, nem adianta insistir.

Algumas gostam, mas não fazem sempre… O meu primeiro conselho é: nunca faça nada que a menina não queira fazer, não tente forçar a barra, que vai ser muito pior.

Na maioria dos casos, dói, não tem jeito… Sugiro ir devagar, bem devagar, pra não arrebentar a garota de uma vez só.

Anal pode ser muito bom, mas por favor, respeite as vontades da sua namorada, ficante… só faça se ela consentir, nada de ficar tentando colocar. A menina tem que estar relaxada, se não não vai entrar de jeito nenhum. SEMPRE faça com camisinha, peloamordedeus! O que não faltam ali são bactérias que podem transmitir doenças, melhor nem arriscar. É bom também sempre ter um lubrificante à mão, pode ser que o que á vem na camisinha não seja suficiente… mas tem que ser lubrificante à base de água, para não correr risco de arrebentar a camisinha.

E depois, é só relaxar e gozar! =)

Published in: on 20 03, 2008 at 12:03 pm  Comments (4)  

Dicas para excitar uma mulher

Bom, um dos meus leitores me pediu um post sobre o que se deve fazer para excitar uma mulher. Como não sou lésbica, nem bi, e nem nunca tive experiências desse tipo, vou tentar falar de uma maneira mais geral, e o que costuma funcionar comigo.

Então vamos começar pelo começo, certo? Eu acho que só com o beijo já dá pra deixar uma garota respirando mais forte… Começar um beijo bem devagar, bem de leve, e ir aumentando o ritmo e a intensidade aos poucos, sem pressa, como se você tivesse todo o tempo do mundo praquele beijo… Mas aumentar a força gradativamente pode deixar bem claro aquilo que você está querendo.

Acho que algumas coisas são básicas, então vou só comentar: se vocês estiverem com tempo, é bom adiar o máximo possível o momento em que a penetração será inevitável. Tire peça por peça de roupa, beijando todos os pedaços de pele que aparecerem. E deixe que ela faça o mesmo com você: beijos nunca são demais.

Não deixe de corresponder ao que ela estiver fazendo, demonstre se está gostando… não precisa falar nada, uma respiração entrecortada pode ser suficiente.

Se for a primeira vez dos dois juntos, nada de forçar um sexo oral: tem gente que só faz isso depois de um tempo, depois de uma certa confiança, depois de alguma intimidade. Se você se sentir disposto a fazer na menina, vá em frente! Mas muito cuidado, por favor… toda a área que envolve a vagina é tão sensível quanto tudo que envolve seu pênis, então nada de violência e de movimentos bruscos. Se a garota estiver a fim de fazer um oral em você, nada de fazer o que chamam de “basquetinho” com a cabeça da menina: é melhor pedir pra ela aumentar o ritmo.

O essencial: não pare de passar a sua mão por todo o corpo dela.. É sinal que a acha gostosa, e também dá um tesão muito grande, se de vez em quando você pegar com mais força nas coxas, na bunda…

Beijos, sempre! É muito esquisito estar em um ato tão íntimo e o cara se concentrar em tudo, menos em me beijar… A não ser que a garota tenha um hálito nojento, beije sempre que possível, até porque o beijo pode contribuir no nível de tesão.

Cada mulher tem alguns pontos sensíveis: alguns são comuns a todas, alguns são específicos de cada uma. Não deixe de dedicar um tempinho especial para os seios ( e a parte logo abaixo deles) e a parte interna da coxa, além de outros pontos menos sexuais como a nuca, o pescoço e a orelha.

E lembre-se: a não ser que estejam fazendo sexo selvagem, nada de tentar arrancar a pele da menina fora com mordidas.. um pouco de intensidade é sempre bom, mas tem um certo limite, e cuidado para não ultrapassá-lo.

Acho que, pra começar, está bom… se quiserem, posso fazer uma continuação depois, dizendo o que fazer durante o ato sexual… hehehehehe

Espero que seja de alguma ajuda!

=)

Beijos e até amanhã!

Published in: on 18 03, 2008 at 1:10 pm  Comments (3)  

Broxou… e agora, o que fazer??

Peloamordedeus, entendam: broxar é normal!!!!

Não foi porque a menina não é gostosa o suficiente;
Não foi porque o cara não sentiu tesão;
Não foi falta de carícias ou de amassos;
Não foi porque o cara estava pensando em outra coisa na hora;
Não foi falta ou excesso de nada!;
Não foi culpa de ninguém.

Por favor, rapazes, parem de encanar com isso! É uma reação comum do corpo humano… do mesmo jeito que o homem broxa, a mulher também broxa (a mulher perde toda a lubrificação, e a coisa não rola nem por um decreto). Provavelmente deve ter uma explicação das reações químicas que levam a isso, mas acredito que seja algo totalmente involuntário, e independe da vontade do cara.

Certo, existem casos específicos: o cara acabou de ser demitido, e a mulher quer sexo de qualquer maneira: normal o sujeito não conseguir fazer nada. Ou seja, existem motivos psicológicos que podem explicar (como estresse), mas esses casos são exceções.

O melhor a fazer nessas horas é relaxar, ver um filme, conversar, brincar… e quem sabe tentar de novo um pouco mais tarde. Ou quem sabe descansar, dormir um pouco e tentar assim que acordar… é possível que a reação seja um pouco diferente!

=)

Published in: on 14 03, 2008 at 1:20 am  Comments (4)  

Será que o tamanho realmente importa??

Claro que importa!!! A diferença é que pra cada mulher existe um tamanho ideal diferente.

Deixe-em explicar: assim como cada homem tem um pênis de tamanho único, as mulheres também são assim. Claro que as diferenças de não são tantas quanto as dos homens, mas são significativas.

Há algum tempo atrás estava assistindo um programa extinto da MTV, e uma lésbica disse que virou homossexual porque ela era muito “rasa”, e toda vez que fazia sexo com um homem ela se machucava. Bom, acho que isso não é motivo suficiente pra alguém modificar a sua opção sexual, mas o que ela disse é totalmente verdade: as profundidades femininas variam, assim como a largura.

Ou seja:
-se o cara for um cavalo (em tamanho, viu?) e a menina for apertadinha e pequena, só podem acontecer duas coisas: o cara vai arrombar a garota, ou então não vai rolar nem com muita força.

-se o cara for normal, mas a mulher for gigante, ela simplesmente não vai sentir nada, e provavelmente vai ser horrível pro cara também.

-pra mim: tem que ser de tamanho médio: não chega a alcançar o útero, mas consegue chegar no meu ponto G e me deixar doidinha… rs

Por isso, homens, deixem de ficar tão obcecados em ter o maior pênis do mundo… se preocupem mais em fazer direito e dar prazer pra sua companheira.

Garanto que a performance vai contar muito mais do que as suas medidas….

=)

Published in: on 13 03, 2008 at 2:20 pm  Comments (4)